Área cultivada com sementes híbridas

Área cultivada com sementes híbridas de arroz cresce mais de 94% em sete anos no RS

Em 2014, mais de 110 mil hectares em solo gaúcho utilizaram a tecnologia nas lavouras

A estimativa é que nos últimos sete anos o estado gaúcho, que produz 65% do arroz brasileiro, tenha aumentado a área cultivada com a tecnologia em mais de 94%, passando de 6 mil hectares em 2007 para 111 mil hectares em 2014. Os resultados de quem investiu em sementes híbridas mostram que estas lavouras tiveram um incremento produtivo médio entre 16% e 33%, comparada às variedades convencionais. “As lavouras com arroz híbrido apresentam maior resistência às doenças e as variações climáticas, por isso, conseguem manter a produtividade e qualidade do arroz garantido maior estabilidade produtividade para o produtor, diferente do que acontece com as variedades” destaca o engenheiro agrônomo Leandro Pasqualli, diretor de Marketing da RiceTec.

Apostando neste mercado, especialmente no Rio Grande do Sul pelos números que envolvem a produção de arroz, para a próxima safra a estimativa da RiceTec é de um incremento de 15% nas vendas. Os diretores da multinacional atribuem esse crescimento ao novo portfólio de sementes, que facilita a estratégia de produção do orizicultor através da combinação correta de híbridos, especialmente produtos como o Inov CL, Avaxi CL e Titan CL, este último lançado em 2015 com foco no aumento da produtividade e qualidade do arroz. “O Inov CL esta conquistando um importante espaço na lavoura e na indústria. Por isso, projetamos este crescimento nas vendas para 2015/2016”, revela o engenheiro agrônomo e diretor geral da RiceTec para o Mercosul, Ricardo Blohm Bendzius.  

Atuando no Brasil desde 2000, a RiceTec, multinacional especializada na pesquisa e comercialização de sementes híbridas com sede em Porto Alegre (RS), conta atualmente com 200 funcionários no Mercosul, sendo alguns deles PhD's e mestres na área de genética e desenvolvimento de arroz. Na América Latina, o faturamento anual soma R$ 50 milhões e o investimento em pesquisa ultrapassa R$ 8 milhões.

Sobre a RiceTec -

Além desses países, a RiceTec está presente em mercados da Europa, Ásia, Região Andina e América Central. No Mercosul, desde que iniciou suas vendas comerciais, em 2004, apresenta média de crescimento de 52% ao ano. No Brasil, a RiceTec é sediada em Porto Alegre (RS) e está presente em todas as áreas de cultivo de arroz.